Artigos

Artigos

<< Voltar
Evangelismo - Por Márcio Torres

Evangelismo - Por Márcio Torres

Evangelismo 

Tenho pensado que há dois tipos de evangelismo, o espontâneo e o programado.

O evangelismo espontâneo é aquele que você faz enquanto vai trabalhar, estudar, ou fazer qualquer outra atividade no dia a dia, em que você tem contato com pessoas, e aproveita as oportunidades para evangelizar. Que importante compreender que o poder do evangelho está na comunicação. Se o evangelho não é comunicado, não tem efeito sobre as pessoas, pois a fé vem pelo ouvir a palavra de Deus (Romanos 10.17). Aprendi que, mesmo se tem uma pessoa que não tem fé, mas expõe seus ouvidos para ouvir a palavra de Deus, essa pessoa pode começar a crer, porque os ouvidos são uma porta para o coração. A palavra diz que Deus salva aqueles que creem pela loucura da pregação (1 Coríntios 1.21). Eu sou fruto de um evangelismo espontâneo; dentro da sala de aula meu professor me evangelizou, a semente gerou fé em meu coração e esse professor me batizou. Posteriormente encontrei um colega na rua e disse a ele que eu havia conhecido a Jesus, eu o recebi em casa, compartilhei o evangelho com ele e o batizei! Deus quer usar nossas vidas para comunicar o evangelho! 

O evangelismo programado é aquele que marcamos hora e lugar. Como podemos ver o exemplo em Lucas 10.1-9. Neste texto Jesus envia os discípulos de dois em dois, e lhes dá instruções para buscar as pessoas de paz enquanto evangelizam. As pessoas de paz são aquelas que não querem discutir, e estão abertas a ouvir o que temos a compartilhar. Jesus segue dando instruções aos discípulos para curar os enfermos. No evangelismo programado a oração é o cartão de visitas. Temos saído evangelizar nas ruas e são poucos os que negam oração. Aqueles que tem dores ou enfermidades, oramos objetivamente para que sejam curadas em nome de Jesus, e temos visto muitos serem curados, após isso, eles se abrem para receber o evangelho. 

A criação aguarda a manifestação e a revelação dos filhos de Deus. A luz que habita em nós, deve brilhar diante dos homens. O perfume de Cristo que carregamos deve exalar diante da sociedade. A presença de Deus que hospedamos em nossos corações, deve se manifestar a todos que estão ao nosso redor!

“A ardente expectativa da criação aguarda a revelação dos filhos de Deus.”

Romanos 8.19

Nós somos a luz das pessoas com quem convivemos, nós somos o sal da terra onde moramos.

“Vós sois o sal da terra; ora, se o sal vier a ser insípido, como lhe restaurar o sabor? Para nada mais presta senão para, lançado fora, ser pisado pelos homens.”

Mateus 5.13

Que o Senhor nos use com ousadia, coragem e intrepidez para ir, pregar o evangelho e fazer discípulos!

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.”

Mateus 28.18-20

Compartilhe com os amigos
Facebook Twitter Google+