Artigos

Artigos

<< Voltar
Música Cristã ou Música Gospel?

Música Cristã ou Música Gospel?

MUSICA CRISTÃ OU MÚSICA GOSPEL? #POLÊMICA


Tenho viajado pelo Brasil com meu pai a um bom tempo e sempre que temos um tempo de qualidade com músicos, ministros e ministérios de louvor as polêmicas afloram. Mas dois pontos sempre me chamam a atenção, “que tipo de música um cristão deve consumir? “, e “quais são as fontes seguras? “. E quando levamos isso para o nível de ministério de louvor, a coisa toma proporções gigantescas.

Por isso, eu juntei tudo que tenho aprendido dos meus pais, pastores e principalmente o que Deus tem me revelado para tentar ajudar você, leitor, a pelo menos pensar sobre esses dois pontos.

Em uma breve pesquisa que fiz sobre o significado de “música cristã” constatei que não existe essa definição, mas em compensação o termo “música gospel” (ou gospel music em inglês) é conceituado tantas vezes e de tantas formas diferentes que se torna praticamente impossível juntar todas as definições em uma só.

Então podemos dizer que é impossível definir o que é “música cristã” e o que é “música gospel”? É tudo a mesma coisa?

Calma! Quero te ajudar a pensar melhor no assunto e achar um denominador comum.

Vamos começar pela expressão “música gospel”. A palavra gospel traduzida de sua língua original (inglês) significa evangelho. Por essa tradução seca e literal nós poderíamos definir esse primeiro termo como “música do evangelho” ou “música evangélica”. Mas em minha breve pesquisa descobri uma definição que me chamou atenção. A definição de música gospel nos EUA, lugar onde a expressão nasceu, é um estilo de música da comunidade negra-americana, que nasceu nas igrejas evangélicas e caracteriza-se por sua harmonia e influências do blues. Ou seja, música gospel é um estilo musical, portanto não nos interessa uma vez que temos convicção de que todos os estilos e ritmos musicais podem glorificar a Deus.

Então, bora pra música cristã! A polêmica chegou! Segurem seus twitters por favor! Ahuahouah.

Para definir música cristã eu sinto a necessidade de revisar brevemente o que é um cristão. Cristão é um seguidor/discípulo de Cristo, obviamente. É alguém que conhece Jesus e decidiu largar tudo pra andar com ele (Mt 16.24). Agora, podemos falar sobre música cristã.

A palavra “cristã” já nos dá o entendimento de que é algo feito por um cristão, algo feito com os princípios cristãos, e o que vemos hoje em dia é um mercado muito grande voltado pra esse público. Mas será que tudo que tem o selo “música cristã” é realmente música cristã?

Temos um número absurdo de artistas desse segmento, tantos que nem damos conta de conhecer todo mundo, pessoas que produzem conteúdo o tempo todo, mas nem todo mundo que diz ser, é. A palavra de Deus nos orienta a olharmos os frutos pra conhecer a árvore (Mt 12.33). Em uma macieira não vai aparecer abacaxi, nem morango em uma bananeira. Da mesma forma, alguém que não é cristão (seguidor/discípulo de Jesus) não pode gerar música cristã, isso é impossível!

Não estou falando de hinos da harpa, de letras que falam somente do Senhor e de suas verdades, mas em qualquer expressão na vida de um cristão, a vida do seu mestre Jesus ficará evidenciada. Seja em uma música congregacional (músicas cantadas nos cultos e reuniões), seja em outro tipo de expressão musical, o cristianismo e seus princípios serão revelados, pelo princípio de Deus estabelecido em Mt. 12.33. Se o artista (cantor, ator, pintor, etc) for um verdadeiro cristão, ele não conseguirá expressar outra coisa que não for a vida de Cristo, seu mestre.

Pra finalizar eu queria desmitificar algumas coisas que *na minha opinião* são interpretadas do jeito errado.

Bom, acabamos de falar que um cristão não tem como expressar outra coisa do que a vida do seu mestre, e aí começam as perguntas: “Fulano gravou um CD com músicas românticas, isso é música cristã? ”, “Ciclano diz que faz música cristã mas não tem o nome de Jesus em nenhuma música dele, isso pode? “.

Galera, a regra é a mesma, tanto pra que faz como pra quem ouve. Se o que eu estou ouvindo me ajuda a “negar a mim mesmo, tomar a minha cruz e seguir a Jesus”, ótimo! Ninguém pode condenar você. Mas, se isso não ajuda, –

note que eu estou falando “não ajuda” que é diferente de atrapalha. Porque se não ajuda nem atrapalha, já está errado, porque tem que ajudar – que em nome de Jesus o Espírito Santo fale com você e te ajude a renunciar tudo que te atrapalha, ou melhor, que não te ajuda de ter uma vida plena com Ele.

Por hoje é só, espero que tenha ajudado você a entender melhor o que é música cristã e até a próxima!


No amor de Jesus,

Eric Souza.


































































































35.45pt;line-height:150%">

font-family:" arial","sans-serif""="">



35.45pt;line-height:150%">

Compartilhe com os amigos
Facebook Twitter Google+